PF faz buscas e prisões de médicos e ex-secretários de saúde no interior de São Paulo por ‘conluio’ para desvio de verbas federais

PF faz buscas e prisões de médicos e ex-secretários de saúde no interior de São Paulo por ‘conluio’ para desvio de verbas federais

Operação Iatrós, deflagrada nesta quinta, 24, mira fraudes em licitações na região de Sorocaba, Boituva, Votorantim e Capela do Alto

Pepita Ortega

24 de outubro de 2019 | 13h00

Foto: Pixabay

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta, 24, a Operação Iatrós para cumprimento de nove mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária contra médicos e ex-secretários de saúde da região de Sorocaba, interior de São Paulo. O grupo, segundo a PF, é alvo de inquérito por suposto ‘conluio’ para fraudes em licitações do setor.

A PF informou que ‘elementos coligidos mostram que médicos e ex-secretários de saúde teriam entrado em conluio para efetivar a contratação de serviços médicos por entes municipais, com fraudes e utilização de documentos falsos em processos de dispensa de licitação, além de corrupção de servidores públicos, envolvendo verbas federais’.

As investigações foram iniciadas em 2018, no âmbito de inquérito policial que tramita na Delegacia de Polícia Federal em Sorocaba.

A ação da PF alcança endereços nos municípios paulistas de Sorocaba, Votorantim, Capela do Alto e Boituva.

Tudo o que sabemos sobre:

Operação Iatrós

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: