PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos

Apreensões ocorreram na sexta, 14, e sábado, 15, no Aeroporto Internacional de São Paulo

Pepita Ortega

17 de fevereiro de 2020 | 12h55

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal e a Receita apreenderam cocaína e joias que estavam presos ao corpo de passageiros no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Essa apreensão ocorreu na sexta, 14. Já no sábado, 15, os agentes do Fisco e da PF encontraram 60 mil comprimidos de ecstasy na bagagem de um casal que desembarcou de um voo de Lisboa.

As apreensões foram realizadas em três momentos diferentes. As joias foram encontradas junto ao corpo de duas brasileiras, de 55 e 49 anos de idade, que desembarcaram de voo de Zurich. A Receita confiscou as joias por não possuírem documentação que autorizasse seu ingresso no País, configurando crime de descaminho.

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal

Já os pacotes de cocaína estavam presos ao corpo de um passageiro da Letônia, de 31 anos, que pretendia embarcar para Frankfurt. Nos cinco volumes atados ao corpo do homem havia quatro quilos de cocaína.

No sábado, 15, por sua vez, os 60 mil comprimidos de anfetamina foram encontrados na bagagem de um casal de argentinos, ela com 31 e ele com 26 anos de idade.

Ambos foram detidos logo após passarem por revista ao desembarcarem do voo de Lisboa. Eles disseram que o destino final da droga era a Argentina, para onde viajariam de ônibus.

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal

PF e Receita pegam cocaína, joias e 60 mil comprimidos de ecstasy em Guarulhos. Foto: Polícia Federal