PF e Receita pegam 167,5 kg de cocaína em carga de exportação no Aeroporto de Guarulhos

PF e Receita pegam 167,5 kg de cocaína em carga de exportação no Aeroporto de Guarulhos

Droga estava oculta em 60 recipientes térmicos e teria como destino República de Camarões

Redação

14 de agosto de 2018 | 10h17

Foto: PF

A Polícia Federal e a Receita apreenderam uma carga na noite de segunda-feira, 13, no Aeroporto de Guarulhos, com 167,5 kg de cocaína (peso bruto). Segundo a Receita, a droga estava oculta em 60 recipientes térmicos. A carga seria exportada e teria como destino final Douala/Camarões, na África.

No terminal de cargas, servidores da Receita Federal suspeitaram de uma carga aérea, destinada à República de Camarões, após submetê-la aos procedimentos de análise padrão. A PF foi acionada e os peritos federais confirmaram as suspeitas. Foi instaurado inquérito policial com vistas a identificar os responsáveis pelo envio da droga e seus verdadeiros proprietários.

[---#{"MM-ESTADAO-CONTEUDO-VIDEO":[{"ID":"912232","PROVIDER":"AGILE"}]

A ação teve a participação da equipe de Vigilância da Alfândega e das equipes de Cães de Faro da Superintendência do Órgão em São Paulo.

Além desta apreensão, a PF informou, em nota, que um brasileiro, de 61 anos, tentou embarcar na tarde de segunda para Joanesburgo, na África do Sul, mas foi detido por policiais federais que identificaram, no porão de bagagens, substância suspeita na mala que ele havia despachado. Conduzido à delegacia, o homem recebeu voz de prisão após os peritos federais, por meio dos exames preliminares, identificarem a substância que estava oculta dentro de uma mochila como cocaína. O volume apreendido somou mais de oito quilos.

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Foto: Receita

Foto: Receita

Foto: Receita

Foto: Receita

Foto: Receita

Foto: Receita

Foto: Receita

Tudo o que sabemos sobre:

Tráfico de drogasCocaína

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.