PF diz que ‘colisão com pássaros’ pode ter causado queda do avião que matou Eduardo Campos no

PF diz que ‘colisão com pássaros’ pode ter causado queda do avião que matou Eduardo Campos no

Em nota oficial, Polícia Federal informa que inquérito concluiu que a queda do Cessna, em agosto de 2014, 'pode ter sido causada, isolada ou cumulativamente, por colisão com pássaros, gerando uma atitude radical da aeronave; desorientação espacial por parte dos pilotos; a possibilidade de disparo de compensador de profundor; ou uma pane/travamento de profundor em posições extremas'

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

07 de agosto de 2018 | 20h01

Acidente Campos. Foto: Márcio Fernandes/Estadão

A Polícia Federal incluiu ‘colisão com pássaros’ como uma das hipóteses para a queda do avião Cessna 560XL que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), em 13 de agosto de 2014, na cidade de Santos, litoral paulista. Em nota oficial, a PF informou que encerrou o inquérito sobre o acidente que matou sete pessoas ao todo, entre elas o então candidato à Presidência.

Irmão de Eduardo Campos pede exclusão do laudo do Cenipa que investiga acidente

“O inquérito conclui que a queda da aeronave pode ter sido causada, isolada ou cumulativamente, pelos seguintes fatores: a colisão com pássaros, gerando uma atitude radical da aeronave; a desorientação espacial por parte dos pilotos; a possibilidade de disparo de compensador de profundor; ou uma pane/travamento de profundor em posições extremas”, diz o texto da PF.

PROS propõe Maurício Rands para compor chapa com Rede, Podemos e PSDB

Paralelamente à entrega do relatório ao Ministério Público, a PF realizou uma apresentação detalhada do inquérito às famílias dos cinco passageiros da aeronave Cessna 560XL, no Recife/PE. Nesta terça-feira, 7, foi realizada apresentação idêntica às famílias dos pilotos, em São Paulo.

Segundo a PF, com relação ao relatório apresentado anteriormente pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), ‘as investigações são independentes e voltadas a objetivos distintos, cada um com princípios e características peculiares’.

Tribunal condena PSB e empresários a indenizarem moradora de imóvel atingido por avião de Eduardo Campos

“As conclusões do inquérito policial não confrontam com as do Comando da Aeronáutica”, assinala a PF. “Diversos atos de investigação, inclusive, ocorreram de forma cooperada e harmônica entre os órgãos.”

A nota informa, ainda, que ‘diante das conclusões apresentadas não permitirem a indicação de ter havido qualquer infração a legislação penal, a Polícia Federal recomendou ao Ministério Público o arquivamento do inquérito policial’.

Nesta quarta, 8, às 10h30, a PF vai apresentar o relatório detalhado à imprensa no setor de hangares do Aeroporto Internacional de Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo CamposPolícia Federal

Tendências: