PF destrói caminhões ‘toreiros’ e embarga serrarias de madeira ilegal no Maranhão

PF destrói caminhões ‘toreiros’ e embarga serrarias de madeira ilegal no Maranhão

Operação 'Ybyra Cicue' apreende maquinários e cumpre oito mandados de buscas contra grupo que comercializava toras

Pepita Ortega

25 de setembro de 2019 | 16h58

Operação ‘Ybyra Cicue’. Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou a Operação ‘Ybyra Cicue’ e cumpre oito mandados de buscas nos municípios de Amarante do Maranhão e Arame, com o objetivo de desarticular ‘grupo criminoso especializado em extração ilegal de madeira‘.

Os agentes efetuaram apreensões de diversos maquinários em duas serrarias, que foram embargadas e multadas pelo Ibama.

A força-tarefa também destruiu dois caminhões ‘toreiros’ localizados dentro da Terra Indígena Araribóia. Os veículos eram utilizados na extração ilegal de madeira.

Os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz (MA). A PF informou que eles serão indiciados pelos crimes previstos nos artigos 40 e 46 da Lei 9.605/1998 (lei dos crimes ambientais), ‘sem prejuízo de outras infrações penais apuradas no inquérito policial em curso, tais como: ameaça a indígenas e associação criminosa’.

O nome da operação, ‘Ybyra Cicue’, vem do tupi-guarani e significa ‘árvore viva’, informou a PF.

A ofensiva teve início na terça, 24, e se prolonga até esta quarta, 25.

A PF age em cooperação com o Ministério Público Federal, Ibama e Polícia Ambiental da Polícia Militar do Maranhão.

Os mandados foram expedidos pela 8.ª Vara da Justiça Federal no Maranhão.

A ação, desenvolvida pela superintendência regional da Polícia Federal no Maranhão, contou com o apoio das superintendências regionais do Ceará, Piauí, Tocantins, Pará e Amapá, ‘com o objetivo de colher provas da materialidade do crime e subsidiar as investigações’.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalMaranhão [estado]madeira

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.