PF derruba bando que mandava cocaína para a Bélgica em cargas de tijolos

PF derruba bando que mandava cocaína para a Bélgica em cargas de tijolos

Operação 'The Wall' cumpre 57 mandados em cidades de Santa Catarina; a operação acontece simultaneamente à 'Alba Vírus', que realiza ações em quatro Estados

Pepita Ortega

27 de agosto de 2019 | 11h08

PF derruba bando que mandava cocaína para a Bélgica em cargas de tijolos. Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira, 27, a Operação The Wall, para desmontar organizações criminosas que enviavam drogas, principalmente cocaína, para países da Europa por meio de portos de Santa Catarina.

Cerca de 150 policiais federais cumprem 33 mandados de busca e apreensão e 24 mandados de prisão nas cidades de Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Balneário Piçarras e Ilhota. A operação conta com o apoio de servidores da Receita Federal e cães farejadores.

A ação acontece simultaneamente à Operação Alba Vírus que visa desarticular um grupo que enviou ao menos seis toneladas de cocaína por meio dos portos de Santos, Paranaguá e Navegantes. São cumpridos 18 mandados de prisão temporária e 42 de busca e apreensão em São Paulo, Santos, Guarujá (SP), Itajaí, Balneário Camboriú (SC), Campo Grande (MS) e Salvador (BA).

Segundo a Polícia Federal, a investigação teve início com a apreensão de 1.700 kg de cocaína no porto de Antuérpia, na Bélgica, no dia 12 de dezembro de 2018.

Posteriormente, a corporação apurou que a mesma quadrilha foi responsável pela remessa de 558 kg apreendidos no porto de Navegantes no dia 1º de abril deste ano.

De acordo com a investigação, as organizações criminosas inseriam cocaína em contêineres embarcados nos portos da região, utilizando empresas de fachada de logística portuária.

Segundo a PF, o nome da operação, The Wall, do inglês ‘parede’, está relacionado ao fato de a droga estar camuflada em meio a uma carga de tijolos, ‘a qual formava uma parede dentro do contêiner, dificultando sua localização’.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalCocaínaTráfico de drogas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: