PF deflagra Operação Peregrino contra pedofilia na internet

PF deflagra Operação Peregrino contra pedofilia na internet

Agentes cumpriram cinco mandados de buscas na Grande São Paulo

Redação

09 de setembro de 2015 | 13h41

Foto: PF

Foto: PF

Por Julia Affonso e Fausto Macedo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Peregrino, para a repressão do crime de pedofilia pela Internet em São Paulo. Foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão na Capital e em municípios da Grande São Paulo. Não houve prisões.

Os mandados cumpridos referem-se a investigações distintas, todas envolvendo compartilhamento de arquivos contendo imagens de pornografia infantil por meio da Internet. As ações ocorreram na Capital, no bairro de Santa Cecília, e na Grande São Paulo, nos municípios de Ferraz de Vasconcelos, Poá, Cotia e Santana do Parnaíba.

Foram apreendidos equipamentos de informática que serão submetidos à perícia técnica na sede da PF em São Paulo, a fim de delimitar a responsabilidade dos investigados.

A PF alerta que o mero compartilhamento de imagens pornográficas de menores, mesmo que não tenha havido abuso físico por parte do responsável pela difusão das imagens, é crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, com previsão de pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa.

Tudo o que sabemos sobre:

PedofiliaPolícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.