PF acha R$ 300 mil em dinheiro no apartamento de Kassab

PF acha R$ 300 mil em dinheiro no apartamento de Kassab

Dinheiro foi encontrado por agentes federais durante buscas realizadas nesta quarta, 19, na residência em São Paulo do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Fabio Serapião / BRASÍLIA e Fausto Macedo / SÃO PAULO

19 Dezembro 2018 | 10h33

Gilberto Kassab. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

A Polícia Federal encontrou R$ 301 mil em dinheiro vivo no apartamento do ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações). O dinheiro foi achado durante buscas realizadas por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira, 19. Kassab (PSD) é alvo da delação premiada de executivos do grupo J&F.

A partir de janeiro, Kassab será o secretário da Casa Civil do governo João Doria (PSDB), em São Paulo.

Além dos R$ 301 mil, a PF apreendeu documentos na residência de Kassab, um apartamento situado nos Jardins.

Ao todo, a PF cumpre nesta quarta oito mandados de busca e apreensão. Além de Kassab, são alvo de mandados endereços relacionados ao governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD).

Segundo a PF, o objetivo da ação é “investigar o recebimento de vantagens indevidas”, entre os anos de 2010 a 2016, por parte de Kassab. Os repasses das empresas de Joesley e Wesley Batista teriam como objetivo garantir que Kassab defendesse os interesses do grupo e apoiasse a candidata do PT Dilma Rousseff (PT) na eleição de presidencial de 2014.

Além do apartamento do ministro em São Paulo, a PF também faz busca em endereços ligados ao irmão dele, Renato Kassab.

Tanto Kassab como Faria são investigados por corrupção passiva e falsidade ideológica eleitoral. Ao longo da investigação, diz a PF, descobriu-se que os repasses para Kassab e Faria teriam sido efetuados por meio da assinatura de contratos falsos com simulação de serviços entre as empresas do Grupo J&F e firmas indicadas pelos políticos.

Uma das empresas que teriam emitido essas notas é a Yape Consultoria, ligada à família de Kassab.

Aproximadamente 40 policiais federais dão cumprimento aos mandados de busca e apreensão, sendo 6 mandados no Estado de São Paulo e 2 no Rio Grande do Norte.

COM A PALAVRA, KASSAB

“Os valores possuem comprovação de origem e cumprem todos os requisitos legais. O ministro reafirma sua tranquilidade e confiança na Justiça.”

“O ministro confia na Justiça brasileira, no Ministério Público e na imprensa, sabe que as pessoas que estão na vida pública estão corretamente sujeitas à especial atenção do Judiciário, reforça que está sempre à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários, ressalta que todos os seus atos seguiram a legislação e foram pautados pelo interesse público.”

COM A PALAVRA, DORIA

A propósito das medidas tomadas em relação ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab, o governo João Doria confia na conduta da Justiça e no amplo direito de defesa do ministro para os esclarecimentos necessários.