PF abre inquérito para investigar negócios do filho ’04’ de Bolsonaro

PF abre inquérito para investigar negócios do filho ’04’ de Bolsonaro

Redação

16 de março de 2021 | 12h32

Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro Foto: Gabriela Biló/Estadão

A Polícia Federal abriu nesta segunda-feira, 15, um inquérito para apurar negócios envolvendo o filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro, Jair Renan Bolsonaro. A procuradoria da República no Distrito Federal aponta que apuração é derivada do procedimento preliminar que foi aberto pelo Ministério Público Federal para apurar possíveis crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro envolvendo um grupo empresarial do setor de mineração o filho ’04’ de Bolsonaro.

Segundo o jornal o Globo, Jair Renan teria recebido um carro elétrico de representantes da Gramazini Granitos e Mármores Thomazini, avaliado em R$ 90 mil. Um mês após a doação, em outubro do ano passado, a empresa conseguiu agendar um encontro com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, do qual também participou Renan.

O advogado Frederick Wassef, que representa Renan, negou a acusação. “Fui constituído como advogado de Jair Renan para defendê-lo e vou requerer cópia na íntegra desse processo. Não tem nenhum carro, ele nem atuou para abrir porta para ninguém. Jair Renan nem sabe da existência desse carro. Ele não tem carro nenhum, inclusive. É mais um ato para atingir o presidente da República”, disse Wassef ao Estadão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.