PF abre Antinazi, contra propaganda nazista nas redes

PF abre Antinazi, contra propaganda nazista nas redes

Policiais cumpriram um mandado de busca e apreenderam em Taguatinga, no Distrito Federal, e apreenderam HDs, um celular e um computador

Julia Affonso e Fausto Macedo

13 de setembro de 2016 | 12h44

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

A Polícia Federal desencadeou nesta terça-feira, 13, a Operação Antinazi para combater a veiculação de propaganda nazista nas redes sociais.

Os policiais federais cumpriram um mandado de busca e apreensão em Taguatinga, no Distrito Federal.

Foram apreendidos HDs, um celular e um computador.

Segundo a PF, as investigações tiveram início em 2014 em decorrência de publicações de cunho neonazista e discriminatório realizadas pelo suspeito por meio de redes sociais na internet.

O homem deverá responder pela veiculação de conteúdo nazista previsto na Lei de Crimes Raciais, com pena de 2 a 5 anos de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:

Operação AntinaziNazismoPolícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: