‘Os desafios jamais nos intimidaram’, diz diretor da PF sobre inimigo coronavírus

‘Os desafios jamais nos intimidaram’, diz diretor da PF sobre inimigo coronavírus

Em mensagem a toda a Polícia Federal, que completa 76 anos neste sábado, 28, delegado Maurício Valeixo destaca 'o momento extremamente difícil' que o País atravessa por causa da Covid-19

Redação

28 de março de 2020 | 10h51

Maurício Valeixo, diretor-geral da PF. Foto: Foto: Denis Ferreira/Neto Estadão

Em mensagem divulgada para celebrar o 76º aniversário da Polícia Federal, o diretor da corporação, delegado Maurício Valeixo destacou as conquistas da PF, mas também ‘o momento extremamente difícil’ que o País atravessa por causa da Covid-19. “Não tememos os embates da luta, de qualquer luta, da forma como ela se apresente. Os desafios jamais nos intimidaram e, cuidar da própria saúde, da saúde dos nossos familiares e colegas, é uma demonstração de sabedoria e comprometimento com a instituição, com a sociedade e com a vida”, afirmou Valeixo.

Por causa do novo coronavírus, a Polícia Federal já cancelou cursos, restringiu atendimentos presenciais e até expediu orientação pela suspensão temporária de operações durante a pandemia.

“Mas assim como os serviços de saúde não param, porque as epidemias não dão tréguas; a Polícia Federal não pode parar, seja para atender aqueles que procuram pelos serviços prestados pela PF, seja para enfrentar as organizações criminosas”, diz Valeixo na carta endereçada aos policiais, servidores administrativos, servidores contratados, prestadores de serviço e colaboradores.

Veja a íntegra da carta de Valeixo:

“Prezados colegas da Polícia Federal,

Policiais, servidores administrativos, servidores contratados, prestadores de serviço e colaboradores;

Neste 28 de março, dirijo-me a vocês com orgulho por comemorarmos o 76º aniversário de uma das instituições mais respeitadas e admiradas do país e com a consciência da responsabilidade pela manutenção do nível de excelência que atingimos e que levou milhões de brasileiros a terem nossa instituição como fonte de inspiração diária para suas vidas.

A alegria que sentimos hoje, pelas conquistas que atingimos juntos no último ano, contrastam com a consciência do momento extremamente difícil em que nos encontramos.

A decretação da situação de emergência de saúde mundial é tão séria e severa que não permite, sequer, que estejamos juntos na data de hoje, que confraternizemos em nossas unidades.

Mas assim como os serviços de saúde não param, porque as epidemias não dão tréguas; a Polícia Federal não pode parar, seja para atender aqueles que procuram pelos serviços prestados pela PF, seja para enfrentar as organizações criminosas.

A PF se adapta às circunstâncias e vence as dificuldades como sempre fez e sempre fará.

Não tememos os embates da luta, de qualquer luta, da forma como ela se apresente. Os desafios jamais nos intimidaram e, cuidar da própria saúde, da saúde dos nossos familiares e colegas, é uma demonstração de sabedoria e comprometimento com a instituição, com a sociedade e com a vida.

Continuaremos prontos para cumprir com as nossas atribuições constitucionais, dando o suporte necessário a todos os colegas; e, muito em breve, retomando nossa plena capacidade de trabalho e de atenção à população.

Este momento de restrições é passageiro, mas nosso orgulho pela PF é eterno.

Permaneçamos fortes.

Parabéns, Polícia Federal pelos seus 76 anos!!!

Maurício Leite Valeixo – Diretor Geral da Polícia Federal”

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.