Operação Voo Seguro combate invasão de terras da União

Operação Voo Seguro combate invasão de terras da União

Grupo criminoso financiava ocupações ilegais de terras da Infraero mediante comercialização de lotes; terras eram desmatadas por meio de incêndios, que comprometiam a segurança dos voos no aeroporto de Palmas

Pedro Prata

14 de agosto de 2019 | 08h48

A Polícia Federal (PF) deflagra nesta quarta-feira, 14, a Operação Voo Seguro para desarticular um grupo que invadiu terras da União próximas ao aeroporto de Palmas.

Grupo criminoso financiava ocupações ilegais de terras da Infraero mediante comercialização de lotes. Foto: Infraero/Divulgação

De acordo com a assessoria de comunicação da PF, investigação revelou que o grupo incentivava a ocupação de terras da Infraero para comercialização ilegal de lotes.

O grupo ainda desmatava o terreno por meio de queimadas, o que comprometia a segurança dos voos.

Os investigados devem responder pelos crimes de associação criminosa, invasão de terras públicas, crimes ambientais e atentado contra a segurança de transporte aéreo.

Investigação revelou que o grupo incentivava a ocupação de terras de propriedade para comercialização ilegal de lotes. Foto: PF/Divulgação

Cerca de 50 Policiais Federais cumprem quatro mandados judiciais de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária nesta capital, todos expedidos pela 4ª Vara Federal de Palmas.

A ação contou com apoio da Polícia Militar e do Centro Integrado de Operações Aéreas – CIOPAER-SSP/TO.

A operação foi batizada de Voo Seguro, pois visa resguardar a segurança da aviação civil e militar.

Tendências: