Onde Lula nasceu, Haddad bate fácil Bolsonaro

Onde Lula nasceu, Haddad bate fácil Bolsonaro

Em Caetés, no agreste pernambucano, petista embalado pelo ex-presidente prisioneiro está com 82,7% (10.013 votos), restando 0,3% para encerrar a apuração da Justiça eleitoral; candidato do PSL está em terceiro lugar, atrás também de Ciro

Julia Affonso

07 Outubro 2018 | 22h23

Lula. FOTO: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP

Primeiro colocado no 1º turno das eleições presidenciais, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) não chegou aos mil votos em Caetés, cidade natal do ex-presidente Lula. O município tem 26 mil habitantes. Até as 22h deste domingo, 7, Bolsonaro havia recebido 869 votos ou 7%.

Preso em Curitiba desde 7 de abril para cumprir pena de 12 anos e um mês de reclusão na Operação Lava Jato, Lula foi considerado inelegível pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoralsubstituído nas eleições 2018 pelo ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT).

O primeiro colocado de Caetés foi Haddad com 10 mil votos ou 82%. O candidato Ciro Gomes (PDT) ficou em segundo com 966 votos ou 7,98%.

Bolsonaro e Haddad vão disputar o segundo turno das eleições presidenciais. O candidato do PSL é o mais votado em 16 Estados e no Distrito Federal. O capitão reformado do Exército só ficou atrás de Haddad nos oito Estados do Nordeste e no Pará. Ciro Gomes liderou a disputa no Ceará, seu berço político.

Bolsonaro e Haddad disputam a Presidência pela primeira vez e foram os dois mais votados entre os 13 postulantes ao Palácio do Planalto. O resultado do primeiro turno quebrou a polarização entre PT e PSDB na eleição presidencial. Nas últimas seis eleições, houve duas vitórias do PSDB (1994 e 1998) e quatro do PT (2002, 2006, 2010 e 2014).

O Nordeste que garantiu a vitória a Dilma Rousseff em 2014 também assegurou a realização de segundo turno em 2018.

Mais conteúdo sobre:

eleições 2018LulaJair Bolsonaro