O vídeo em que Machado conta que entrava pela garagem do Senado para discutir propina com Jucá

O vídeo em que Machado conta que entrava pela garagem do Senado para discutir propina com Jucá

Delator da Lava Jato conta sobre sua proximidade com o parlamentar e como pagou R$ 21 milhões para o ex-ministro do Planejamento do governo Temer

POR ISADORA PERON E GUSTAVO AGUIAR, DE BRASÍLIA E MATEUS COUTINHO E JULIA AFFONSO

16 de junho de 2016 | 19h14

Derrubado do Ministério do Planejamento nos primeiros dias do governo interino de Michel Temer, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) foi citado como um dos principais destinatários de propinas do esquema montado por Sérgio Machado no período em que presidiu a Transpetro, de 2003 a 2014.

O delator conta que os dois se conheciam desde quando eram senadores pelo PSDB, na década de 1990, e que mantinha vários encontros com o parlamentar, inclusive no Senado, para discutir os pagamentos ilegais. Nestes encontros, revela, Machado entrada pela garagem do Senado de modo a não aparecer

DEPOIMENTO DE MACHADO SOBRE JUCÁ

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: