Os trechos polêmicos do grampo do telefone de Lula

Os trechos polêmicos do grampo do telefone de Lula

Redação

17 Março 2016 | 09h46

lulaoperacao

O ex-presidente Lula. Foto: Reuters

Alvo de investigação na Lava Jato, o ex-presidente Lula teve telefones utilizados por ele grampeados por determinação do juiz Sérgio Moro. Ao ser nomeado ministro, contudo, a investigação sobre ele foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal, e, com isso, Moro suspendeu o sigilo sobre as investigações tornando públicos vários diálogos do ex-presidente com correligionários, aliados e até com a presidente Dilma Rousseff.

Nos áudios pode-se ouvir as duras críticas do petista às investigações da Lava Jato, ao Congresso e até a ministros do próprio Supremo Tribunal Federal e à Procuradoria-Geral da República, o que agravou ainda mais a crise política e causou um mal-estar entre os poderes sem precedentes na história recente do País. Confira os principais trechos das conversas de Lula interceptadas pela Polícia Federal:

‘Se homem não tem saco, quem sabe uma mulher corajosa possa fazer o que os homens não fizeram’, diz Lula sobre Rosa Weber

‘Acho que o ato de domingo não será tão forte’, disse Lula sobre protesto pró-impeachment

‘Lula, nós temos um problema, o jeito dela’, afirma líder do governo sobre Dilma

Lula diz que ‘acha até que empreiteira da Lava Jato’ construiu prédio sede da Procuradoria

‘O senhor não perdeu essa sua alma de pobre’, diz Eduardo Paes a Lula

‘Seguramos a CPI do Carf pra não ter problema’, diz líder do PT na Câmara a Lula

Para Lula, Moro representa ‘desejo de combate à corrupção’

‘Se nomear ele hoje, o que acontece?’, perguntou presidente do PT após pedido de prisão

‘Foi chamada de puta’, diz Lula sobre Marta nos protestos

Grampo de Lula cita ‘Aragão’, novo ministro da Justiça