O que diz a Câmara à OEA sobre o impeachment de Dilma

Documento de 87 páginas subscritas pelo deputado Rodrigo Maia (DEM) afirma que processo não contém nenhuma 'violação ao texto constitucional'

Mateus Coutinho

23 de agosto de 2016 | 05h00

F61U3628.JPG BRASILIA DF BSB 16/08/2016 POLITICA - DILMA / CARTA AO POVO BRASILEIRO A A presidente afastada, Dilma Rousseff faz leitura de carta a nação, no Palacio da Alvorada FOTO DIDA SAMPAIO / ESTADAO

Dilma Rousseff. FOTO DIDA SAMPAIO / ESTADAO

A Câmara dos Deputados encaminhou nesta segunda-feira, 22, um documento de 87 páginas respondendo aos questionamentos da Organização dos Estados Americanos (OEA) acerca do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, previsto para ser concluído neste mês.

Em 87 páginas, o documento assinado pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM) diz que não houve nenhuma “violação ao texto constitucional” no processo de afastamento da petista e afirma ser “descabida” a reclamação do PT à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA contra o processo.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Impeachment

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.