O preço das ações do Airbnb dobrou: será que estamos diante da próxima bolha de tecnologia?

O preço das ações do Airbnb dobrou: será que estamos diante da próxima bolha de tecnologia?

Matt Leibowitz*

22 de dezembro de 2020 | 04h00

Matt Leibowitz. FOTO: DIVULGAÇÃO

Quando se trata de IPOs recentes, não tem nenhum maior do que o do Airbnb. O líder em reservas de hospedagem para viagens dobrou o valor das suas ações em apenas dois dias depois do seu IPO. Para alguns, isso soa como uma bolha similar à que presenciamos no final dos anos 90. Será que é isso? Talvez sim. Talvez não.

Em termos de valor de mercado: sim, é grande. O valor saltou mais de 100% no primeiro dia. Um aumento era o resultado mais provável – e tinha um indicativo muito simples: as casas de investimento que subvalorizaram as ações do Airbnb atualizaram a previsão do preço de 50 para 60 dólares alguns dias antes. Isso apontou um apoio institucional enorme para as ações antes mesmo da sua listagem. Se eu estava esperando um aumento de 100%? Não, mas nada me surpreende mais.

Algumas previsões da velha guarda dizem que esse tipo de movimento indica que os valuations são tão genéricos que essas correções são inevitáveis. Para ser honesto, eu não sou analista, assim como nossos clientes, eu invisto meu dinheiro do meu jeito e tento tomar minhas próprias decisões.

Uma razão pela qual tento não dar recomendações são os períodos considerados. Ter um pensamento voltado para compra ou venda considerando cinco anos é bem diferente do que pensar na mesma compra ou venda em um período de uma semana. Podemos ter opiniões diferentes sobre uma ação, mas ambos estamos certos se considerarmos períodos diferentes. Então, quando alguém diz que é melhor comprar ou vender, não esqueça de perguntar qual é o prazo que está sendo considerado. Provavelmente você vai receber uma resposta bastante complexa.

Eu sei porque vemos no mercado um movimento de clientes comprando Airbnb: eles acreditam que o Airbnb é o único player do seu mercado. Sem competição de fato, tem uma grande vantagem competitiva e um poder de precificação admirável. Isso faz sentido. Se você olhar para trás, para as listas de empresas líderes de mercado, como Apple, Microsoft, Google, Amazon, Tesla – aquelas que são verdadeiras líderes, sem concorrentes muito relevantes – o preço de suas ações no IPO é apenas uma pequena fração do que é agora.

A Apple acaba de completar seu 40º ano de abertura de capital, com o preço de sua ação valendo mil vezes mais desde o seu IPO. O dobro parece barato aqui. A Microsoft aumentou mais de 2.000 vezes o preço de suas ações desde o momento de sua abertura de capital, enquanto as ações da Tesla valem 143 vezes mais do que valiam no seu IPO em 2009. Amazon mais de 1.500 vezes. Retornos consideráveis. O dobro parece caro? Não quando olhamos para o que alguns vêem colocam como fonte de comparação.

Imagine se os investidores do Brasil pudessem ter acesso a essas ações na época de seus IPOs. Para muitos, o Airbnb é uma empresa que pode seguir um caminho semelhante a esses ícones do mercado e eles querem entrar logo no primeiro andar. Logo, o Airbnb está superfaturado e estamos em uma bolha? Possivelmente – pode cair pela metade amanhã. Pode dobrar novamente. Os mercados sobem, descem e vão para todos lados – você precisa estar preparado para tudo. Mas é exatamente isso que torna os mercados tão interessantes.

*Matt Leibowitz é o fundador e CEO da Stake

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.