O mundo já está falando da condenação de Lula

O mundo já está falando da condenação de Lula

Imprensa internacional repercute intensamente sentença do juiz Sérgio Moro, que impôs uma pena de nove anos e seis meses para o ex-presidente no caso triplex

Da Redação

12 Julho 2017 | 15h59

Foto: Reprodução / BBC

A imprensa em quase todo o mundo já fez manchetes com a condenação de Luiz Inácio Lula da Silva, a nove anos e seis meses no processo do triplex do Guarujá. O espanhol El País abordou com amplo destaque o escândalo da Petrobrás que se prolonga há mais de três anos de investigações sobre corrupção ‘das elites brasileiras’. O jornal ressaltou que o ‘presidente mais popular do país’ não ‘escondia sua ambição de se candidatar novamente em 2018’.

Foto: Reprodução / EL País

Documento

O norte-americano The New York Times lembra que o PT tem sido ‘atormentado por escândalos’ e perdeu a presidência no ano passado, ‘em uma luta pelo poder que consumiu a nação’.

                                                                   Foto: Reprodução / New York Times

+ ‘Provado’

+ Moro vê ‘colaboração tardia’ e condena Léo Pinheiro a 10 anos e 8 meses na ação contra Lula

‘O condenado ocultou e dissimulou vantagem indevida recebida em decorrência do cargo de Presidente da República’

A BBC de Londres relata que as acusações contra Lula partem do maior escândalo de corrupção brasileiro. A emissora, em seu site, também chamou atenção para as declarações do petista de que seu julgamento tem ‘motivação política’.

Foto: Reprodução / BBC

+ Moro proíbe Lula condenado em cargo ou função pública

+ Moro diz que Lula condenado adotou ‘táticas de intimidação’

Lula é o primeiro presidente condenado na história do país por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acusado de aceitar o imóvel e suas respectivas reformas como forma de propinas da empreiteira OAS, que teriam custado R$ 2,25 milhões.

Condenação não traz ‘qualquer satisfação pessoal’, diz Moro sobre Lula

+ TUDO SOBRE O TRIPLEX: denúncia da Lava Jato, a defesa de Lula, a sentença do juiz Sérgio Moro e assista os depoimentos no processo que tornou o líder máximo do PT em condenado

+ Procuradoria quer regime fechado para Lula no caso triplex

+ O apartamento era do presidente Lula, diz Léo Pinheiro

A denúncia do Ministério Público Federal sustentava que Lula havia recebido R$ 3,7 milhões em benefício próprio – de um valor de R$ 87 milhões de corrupção – da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012. As acusações contra Lula são relativas ao suposto recebimento de vantagens ilícitas da empreiteira OAS por meio do triplex no Guarujá, no Solaris, e ao armazenamento de bens do acervo presidencial, de 2011 a 2016.

O ex-presidente foi sentenciado somente pelo recebimento e ocultação de patrimônio no caso relacionado ao imóvel e absolvido pela acusação de que teria recebido propinas da OAS pelo fato de a empreiteira ter custeado o armazenamento de seus bens junto à empresa Granero.

 

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoLula