O impacto da transformação digital no setor da saúde devido ao coronavírus

O impacto da transformação digital no setor da saúde devido ao coronavírus

Gustavo Caetano*

13 de maio de 2020 | 12h00

Gustavo Caetano. FOTO: DIVULGAÇÃO

A transformação digital tem proporcionado mudanças significativas em diferentes campos da economia. No setor da saúde, o avanço da tecnologia vem impactando positivamente tanto os profissionais da área como os pacientes. Por meio da inteligência artificial, big data, computação em nuvem e internet das coisas (IoT), é possível melhorar o agendamento de consultas, monitorar aqueles que necessitam de cuidado maior, compartilhar resultados de exames, prescrições, relatórios e desenvolvimento de casos.

Trazendo para um período mais recente, as vantagens sobre o uso dessas soluções ficaram evidentes devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com a proliferação rápida da doença pelo mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) adotou medidas de distanciamento social para conter o avanço da doença. Seguindo essa linha, houve a necessidade de implementar técnicas de atendimento à distância, como foi o caso da telemedicina, aprovada pela Câmara em caráter emergencial.

Esse método oferece mais praticidade no acesso a laudos e resultados de exames, diminuição dos gastos de todas as instituições, médicos, pacientes e maior alcance a laboratórios e consultórios. Além disso, consegue ampliar o número de pessoas sendo atendidas em um curto período de tempo, proporcionando agilidade, segurança para todos os envolvidos e acompanhamento de forma constante.

Para ter bons resultados com os serviços prestados é necessário contar com uma plataforma estável e segura, que irá garantir qualidade e privacidade nas informações compartilhadas. Mas, ela é apenas uma das áreas que tem crescido frente a esse novo cenário.

Podemos ver a tecnologia sendo aplicada em outras especialidades médicas, como é o caso da terapia online, que é feita por meio de aplicativos, plataformas online e até videoconferência. Principalmente nos dias de hoje, em que grande parte da população está respeitando a quarentena, ter acompanhamento de um profissional qualificado é muito importante para ajudar a população a lidar com a ansiedade, medo, insegurança, aflição e angústia causada pela pandemia.

Com todo esse cenário, podemos concluir que a crise fez com que grandes transformações ocorressem em diversos segmentos, principalmente na saúde. Mas, devido a essas mudanças o setor vai ser mais ágil, dinâmico e resiliente no chamado “novo normal”, que vai acontecer quando diminuirmos a proliferação do vírus, casos de contaminação e terminar o período de quarentena.

*Gustavo Caetano é CEO da Samba Tech

Tudo o que sabemos sobre:

Artigocoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.