O encontro do Rei Pelé com o juiz da Lava Jato

O encontro do Rei Pelé com o juiz da Lava Jato

O maior jogador do mundo visita Curitiba e elogia Sérgio Moro, um homem de 'três corações'

Ricardo Brandt e Julio Cesar Lima

18 de novembro de 2016 | 05h00

Moro e Pelé

O maior jogador do mundo, o Rei Pelé, encontrou nesta quinta-feira, 17, o juiz federal Sérgio Moro, titular dos processos da fantástica Operação Lava Jato, que fez tremer a República.

Aos 76 anos, Edson Arantes do Nascimento passa três dias em Curitiba para divulgar o programa esportivo Lúdico Escolar, voltado para as crianças.

Maior autoridade do futebol mundial – tricampeão do Mundo pela Seleção, bicampeão Mundial pelo Santos -, Pelé fez questão de conhecer o “juiz da Lava Jato” e elogiou seu trabalho.

Reprodução da página Eu MORO com ele, do Facebook

Reprodução da página Eu MORO com ele, do Facebook

“Eu costumo dizer que sou um homem de Três Corações (cidade de Minas, berço do eterno camisa 10), então ele deve ter também, porque o trabalho que tem feito não é fácil e é de muita responsabilidade”, disse Pelé, a jornalistas, em um evento na tarde desta quinta-feira, 17 – parte de sua agenda de promoção dos esportes.

“Que Deus dê muita saúda para ele (Moro)!.”

Juiz dos mais de 80 processos criminais de primeira instância da Lava Jato, em Curitiba, Moro encontrou Pelé em um evento da Associação Paranaense dos Juízes Federais, em parceria com a Escola de Magistratura do Paraná, no início da noite desta quinta-feira, 17. Mas não houve tempo para uma conversa.

Foto publicada na pagina Eu Moro com ele, do Facebook

Reprodução de foto publicada na página Eu Moro com ele, do Facebook

O Rei do Futebol, e seus 1.281 gols, queria conhecer o juiz das investigações que desmantelaram a maior quadrilha de colarinho branco já descoberta, formada por um grupo de empreiteiras e figurões dos principais partidos da base de sustentação do governo federal, na era PT.

Distante dos gramados no Brasil desde 1974, Pelé é uma das figuras mais conhecidas e adoradas do mundo.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.