O dinheiro revela o lado mais pragmático do ser humano

O dinheiro revela o lado mais pragmático do ser humano

Bruno Gimenes*

01 de outubro de 2020 | 03h30

Bruno Gimenes. FOTO: DIVULGAÇÃO

Dinheiro faz a riqueza subir à cabeça”, você já ouviu isso? Eu descobri uma coisa: o dinheiro não muda os humanos, apenas revela o que eles são.

A minha vida inteira eu ouvi as pessoas falando para tomar cuidado com o excesso de dinheiro. E por muito tempo, eu não tive dinheiro suficiente para conseguir testar se isso era real. Mas, de uns tempos para cá, tudo mudou e eu só tenho a agradecer. Agora eu tenho dinheiro. Alguns amigos – ou nem tão amigos assim – começaram a aparecer e me aconselharam a tomar esse cuidado. E foi assim que eu descobri que dinheiro não muda ninguém, apenas revela o que elas já são. E isso não passa de uma crença limitante que impede a prosperidade.

Portanto, se você é humilde, vai revelar mais humildade. Se é altruísta, vai revelar mais altruísmo. Se você é feliz, vai revelar mais felicidade. Assim como, se você é egoísta, vai revelar mais egoísmo. Se é sovina, só vai revelar ainda mais essa característica. E assim por diante.

Sabemos que o dinheiro é poder e poder revela o que os humanos são em essência. Quando a cédula vem para a sua mão, é como fogo. Você pode usar para aquecer um alimento ou para jogar em outra pessoa. Mas acreditar que o dinheiro muda as pessoas é uma crença limitante que pode estar tirando dinheiro da sua vida.

Tudo o que você precisa é um preparo mental e emocional que surja à medida que a prosperidade começa a vir. Essa é a prosperidade que vem da essência: liga emoção, pensamento, sentimento e atitude. E uma vez que você entende isso, o dinheiro vai vir na medida certa e só vai melhorar o que tem dentro de ti. O problema é que muitos não buscam prosperidade na causa ou na raiz da essência.

E quem conquista apenas isso, sem ter um equilíbrio emocional para tal, acaba se tornando alguém exibido e egocêntrico – neste caso, o dinheiro foi só um revelador daquela característica que a pessoa tinha. Mas é válido dizer que: a pobreza também pode revelar um monte de coisas ruins, pois depende da essência de cada um e como eles lidam com a vida financeira.

*Bruno Gimenes, palestrante, professor, diretor de conteúdo e cofundador da Luz da Serra Editora e autor do best-seller Seja Rico – checklist para elevar o seu nível financeiro

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.