No berço do PT, Bolsonaro leva com folga

No berço do PT, Bolsonaro leva com folga

Em São Bernardo do Campo, ABC paulista, candidato do PSL com 46% dos votos apurados até 21h40, bate petista Fernando Haddad, com 23%

Fausto Macedo, Julia Affonso e Caio Blois, especial para o Estado

07 Outubro 2018 | 22h04

 

Jair Bolsonaro. Foto: Dida Sampaio/AE

Em São Bernardo do Campo, berço do PT, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) levou o primeiro turno das eleições 2018 com folga. Até as 21h40, com 99,60% da apuração realizada pela Justiça Eleitoral, ele já contava 46% dos votos, ou 207 mil adeptos, batendo tranquilamente o petista Fernando Haddad, com 23% (ou 107 mil votos). Ciro Gomes (PDT) ficou em terceiro, até aqui, com 12.91%, ou 58 mil votos.

São Bernardo é o município situado na região do ABC paulista onde o ex-presidente Lula despontou no sindicalismo e o PT se formou, no início dos anos 1980.

Entre os anos de 1977 e 1980, na presidência do Sindicato dos Metalúrgicos, Lula protagonizou capítulo emblemático da história recente do País, desafiando o regime militar ao conduzir sua categoria a greves memoráveis que atingiram grandes multinacionais.

Bolsonaro e Haddad vão disputar o segundo turno das eleições presidenciais. O candidato do PSL é o mais votado em 16 Estados e no Distrito Federal. O capitão reformado do Exército só ficou atrás de Haddad nos oito Estados do Nordeste e no Pará. Ciro Gomes liderou a disputa no Ceará, seu berço político.

Bolsonaro e Haddad disputam a Presidência pela primeira vez e foram os dois mais votados entre os 13 postulantes ao Palácio do Planalto. O resultado do primeiro turno quebrou a polarização entre PT e PSDB na eleição presidencial. Nas últimas seis eleições, houve duas vitórias do PSDB (1994 e 1998) e quatro do PT (2002, 2006, 2010 e 2014).

O Nordeste que garantiu a vitória a Dilma Rousseff em 2014 também assegurou a realização de segundo turno em 2018.

Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroLulaeleições 2018