Não espere a pandemia passar para garantir certificação de tecnologia

Não espere a pandemia passar para garantir certificação de tecnologia

Marcos Farias*

04 de maio de 2021 | 03h00

Marcos Farias. FOTO: DIVULGAÇÃO

É inegável que a pandemia de covid-19 alterou os planos de todo o mundo. Novos hábitos foram necessários, outros foram deixados de lado e tivemos que nos readequar às demandas que surgiam dia após dia. Uma das áreas mais atingidas nesse sentido foi justamente a de certificação e treinamentos. Aulas e atividades (que antes eram presenciais) precisaram migrar para o ambiente online – algo que nem todos os profissionais estavam preparados. A boa notícia é que as ferramentas tecnológicas rapidamente se adaptaram ao aumento de demanda e permitiram em alguma medida a continuidade das aulas, desta vez no ambiente virtual e, portanto, à distância. Dessa forma, mais do que esperar o novo coronavírus passar, o recomendável é se qualificar agora para os desafios que surgirem não apenas num futuro que não podemos precisar, mas principalmente para as oportunidades que se apresentam todos os dias.

Logo no início da pandemia, a partir de março de 2020, houve um número expressivo de treinamentos, cursos e certificações que migraram para plataformas on-line. A ordem era aproveitar a digitalização forçada e a adoção do home office para estimular a participação de mais profissionais e empresas. Naquele momento ainda havia a expectativa de que a doença fosse controlada rapidamente e, por isso, era a hora de aproveitar a vantagem de estudar e trabalhar de casa. Assim, quando tudo se normalizasse, a pessoa estaria mais qualificada e pronta para os desafios do mercado.

Entretanto, o coronavírus revelou-se um problema muito maior do que a grande maioria esperava. Já estamos quase na metade de 2021, a segunda onda da doença está acometendo com força em grande parte do mundo – inclusive no Brasil –, e muitos especialistas não discutem se haverá uma terceira onda, mas sim quando ela ocorrerá. Por isso, continua sendo recomendável evitar sair de casa para eventos presenciais, o que faz os treinamentos on-line continuarem sendo a forma mais acessível e segura a quem deseja aproveitar o período para aprofundar seus conhecimentos. Esperar a pandemia passar há muito deixou de ser uma opção principalmente para quem trabalha no setor de tecnologia. Quanto antes esses profissionais se qualificarem, mais aptos estarão para a transformação digital que já está em curso na maioria das empresas brasileiras.

Dois motivos evidenciam essa necessidade de que se busque a certificação agora e não depois. O primeiro deles, como já evidenciado, é a constante dependência tecnológica que as pessoas e empresas têm de soluções e plataformas. Sem elas, não haveria trabalho remoto, ensino à distância, telemedicina, comércio eletrônico, serviços de entretenimento digital, videochamada com amigos e familiares e tantos outros serviços comuns atualmente. A questão é que o aumento de demanda também exige aumento na quantidade de profissionais capacitados para gerenciar, manter e atualizar essa tecnologia sem afetar a qualidade do serviço prestado à população.

O segundo ponto passa pela constante evolução tecnológica ao longo das últimas décadas. Nem é preciso ser profissional da área para compreender que o que servia ontem dificilmente será útil amanhã. A tecnologia mudou bastante nos últimos anos, principalmente as soluções que utilizam a computação em nuvem em sua estrutura. Quem trabalha na área precisa estar atento às novidades que surgem não mais ano após ano, mas sim mês após mês, semana após semana – e a melhor forma é fazer continuamente cursos relevantes no segmento em que atua. Imagine então esperar um ano inteiro para atingir esse objetivo por causa da pandemia quando há alternativas que garantem o aprendizado necessário? Esperar, neste contexto, pode trazer impactos profundos para a carreira.

Sabe aquele velho ditado de não deixar para amanhã o que se pode fazer hoje? É o que ocorre no cenário de tecnologia principalmente quando o assunto é certificação. É fato que cada pessoa possui realidades e desafios que podem tornar mais difícil ainda enfrentar este momento que atravessamos, mas tecnicamente é possível se preparar e fazer os exames de certificação de forma remota e segura mesmo em meio à pandemia, então pode ser que na sua realidade não existam motivos para esperar a vida se normalizar. Afinal, neste contexto virtual, você poderá estar no conforto de sua casa e não numa sala de aula presencial com outras pessoas. Em um setor que vive constante transformação, esperar a pandemia passar é tempo mais que suficiente para ficar para trás em relação à concorrência.

*Marcos Farias é CEO e sócio-fundador da Arki1

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.