‘Nada a declarar por enquanto’, diz advogado de ‘Vermelho’ sobre Glenn

‘Nada a declarar por enquanto’, diz advogado de ‘Vermelho’ sobre Glenn

Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”, preso nesta terça-feira, 23, por suspeita de hackear centenas de autoridades, afirmou a investigadores ter dado ao jornalista Glenn Greenwald acesso a informações capturadas do aplicativo Telegram

Patrik Camporez e Breno Pires / BRASÍLIA

25 de julho de 2019 | 11h52

Walter Delgatti Neto, o ‘Vermelho’, chega para prestar depoimento na Superintendência da PF em Brasília. FOTO: DANIEL MARENCO/AG. O GLOBO

O advogado Luis Gustavo Delgado, que defende Walter Delgatti Neto, o ‘Vermelho’, preso na Operação Spoofing,  não quis comentar, na manhã desta quinta-feira, o depoimento de seu cliente prestado à Polícia Federal. Segundo adiantou o Estado na edição de hoje, ‘Vermelho’ disse ter dado ao jornalista Glenn Greenwald acesso a informações capturadas do aplicativo Telegram.

“Não vou comentar nada agora”, afirmou o advogado, à imprensa, ao chegar na superintendência da PF em Brasília.

Em seguida, o defensor foi questionado sobre reportagem do Estado, e mais uma vez repetiu: “nada a declarar por enquanto”.

‘Vermelho’ foi preso nesta terça-feira, 23, junto com outas pessoas, por suspeita de hackear centenas de autoridades.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: