Mulher preside pela primeira vez em 90 anos o Tribunal de Contas do Estado de SP

Mulher preside pela primeira vez em 90 anos o Tribunal de Contas do Estado de SP

Mateus Coutinho

16 de abril de 2014 | 16h11

Conselheira Cristiana de Castro Moraes dirigiu sessão que referendou suspensão da concorrência de R$ 11,7 bilhões do Metrô paulista

por Fausto Macedo

A vice- presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, conselheira Cristiana de Castro Moraes, presidiu nesta quarta feira, 16, a sessão ordinária do Pleno do TCE. Foi a primeira vez, em 90 anos de atividades da instituição, que uma mulher dirigiu o colegiado.

A conselheira assumiu a presidência dos trabalhos na ausência do presidente, conselheiro Edgard Camargo Rodrigues.

Na sessão histórica, sob presidência da conselheira Cristiana, o Pleno do TCE referendou o voto do conselheiro Antonio Roque Citadini que na terça feira, 15, decretou a imediata paralisação da concorrência internacional 3/13, do Metrô, para construção da Linha 18 (Bronze) do Metrô, empreendimento orçado em R$ 11,7 bilhões.

Foto: Divulgação

O Plenário ainda apreciou 45 processos – rejeitou 31 recursos. Os conselheiros analisaram também 39 representações de exames prévios de editais, a maioria relativa a processos de administrações municipais.

Auditora de carreira no Tribunal de Contas do Estado, Cristiana de Castro Moraes tomou posse no cargo de conselheiro em abril de 2012, sendo a primeira mulher a compor o colegiado da Corte de Contas paulista.

No exercício de 2014, além de vice presidente, Cristiana presidirá a Primeira Câmara, também integrada pelos conselheiros Renato Martins Costa e Dimas Eduardo Ramalho.

 

Mais conteúdo sobre:

Linha 18 do MetrôMetrôTCE-SP