Moro quer PF ‘implacável’ contra qualquer desvio de verba federal do coronavírus

Moro quer PF ‘implacável’ contra qualquer desvio de verba federal do coronavírus

Chefe da Justiça e Segurança Pública anunciou em seu perfil no Twitter que corporação atuará junto à Controladoria-Geral da União; grupo especializado foi chamado de Grupo Especial de Combate à Corrupção e ao Desvio de Recursos Públicos, o GECOR/COVID-19

Pepita Ortega e Fausto Macedo

21 de abril de 2020 | 13h29

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Foto: Dida Sampaio / Estadão

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro anunciou em seu perfil no Twitter nesta segunda, 20, que determinou à Polícia Federal a abertura de investigações para apurar possíveis desvios de verba federal destinada ao combate do novo coronavírus. O ministro defendeu uma atuação ‘implacável’ da corporação e indicou que o trabalho será desenvolvido junto com a Controladoria-Geral da União.

O Grupo Especial de Combate à Corrupção e ao Desvio de Recursos Públicos, o GECOR/COVID-19, foi criado para, ‘excepcionalmente, instaurar e prosseguir com a investigação de casos de corrupção e de desvio de recursos federais destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus’.

Portaria publicada no boletim de serviço do MJSP na última sexta, 17, indica que o grupo será supervisionado pelo Coordenador-Geral de Repressão à Corrupção e Lavagem de Dinheiro, o delegado Márcio Anselmo.

Documento

Além disso, o texto estabelece o recrutamento emergencial e obrigatório de policiais federais para atender às necessidades operacionais do grupo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.