Moro ouve testemunhas de acusação dos operadores do PMDB

Moro ouve testemunhas de acusação dos operadores do PMDB

Robson Cecílio Costa,, Eduardo Costa Vaz Musa e Julio Gerin de Almeida Camargo prestaram depoimento na ação penal contra Jorge Luz e seu filho Bruno

Luiz Vassallo

25 de maio de 2017 | 21h55

Jorge e Bruno Luz. Fotos: Reprodução

O juiz federal Sérgio Moro ouviu, nesta quinta-feira, 25, três testemunhas de acusação contra os lobistas Jorge Luz e Bruno Luz, presos na 28.ª fase da Operação Lava Jato sob suspeita de agirem como operadores de propinas para políticos do PMDB. O Ministério Público Federal sustenta que os dois intermediaram propinas a deputados e a senadores do partido oriundas da contratação do navio-sonda 10.000, da Petrobrás.

Segundo os procuradores, o negócio da estatal teria gerado R$ 15 milhões a agentes públicos e políticos. Bruno e Jorge Luz são acusados de operar offshores para a lavagem de dinheiro. Um dos políticos que se valeram do esquema é Eduardo Cunha, argumenta a acusação.

https://youtu.be/cuk_EN-0K_c

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava JatoBruno LuzJorge Luz

Tendências: