Moro é o primeiro ministro a tomar posse no governo Bolsonaro

Moro é o primeiro ministro a tomar posse no governo Bolsonaro

Ex-juiz federal da Lava Jato foi ovacionado pelas convidados presentes no Palácio do Planalto

Agência Estado

01 de janeiro de 2019 | 18h37

Sérgio Moro e Jair Bolsonaro. FOTO:
Joédson Alves/EFE

Com a faixa verde e amarela no peito, o presidente Jair Bolsonaro fez a foto oficial de seu governo ao lado do vice-presidente, General Hamilton Mourão, e dos 22 ministros, após a cerimônia de posse em seus cargos. O governo de Bolsonaro reduziu de 29 para 22 o números de pastas.

O ministro Sergio Moro (Justiça), juiz federal responsável pelas ações da Operação Lava Jato, foi o primeiro a assinar o termo de assunção do cargo, ovacionado pelas convidados presentes no Palácio do Planalto.

Sergio Moro faz foto selfie com menino no Palacio do Planalto. Foto: DIDA SAMPAIO/ ESTADAO

Na sequência vieram Onyx Lorenzoni (Casa Civil), general Fernando Azevedo (Defesa), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Teresa Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Ricardo Rodrigues (Educação), Osmar Terra (Cidadania), Luiz Henrique Mandetta (Saúde), almirante Bento Costa Lima (Minas e Energia), Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações), Ricardo Sales (Meio Ambiente), Marcelo Antonio (Turismo), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Damaris Alves (Direitos Humanos), Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência), Wagner Rosário (Transparência), General Carlos Alberto Cruz (Secretaria de Governo da Presidência da República), General Augusto Heleno (Segurança Institucional), André Luiz Mendonça (Advocacia-Geral da União) e Alberto Campos Neto (Banco Central).