Moro diz que senadores que criminalizam caixa dois querem ‘mudar o país’

Moro diz que senadores que criminalizam caixa dois querem ‘mudar o país’

Em sua conta no Twitter, ministro da Justiça e Segurança Pública parabeniza parlamentares que, por 17 votos a dois, aprovaram texto pacote das “Dez Medidas Contra a Corrupção”

Luiz Vassallo

10 de julho de 2019 | 20h26

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou, em seu Twitter, nesta quarta-feira, 10, que os senadores responsáveis pela aprovação da criminalização do caixa dois querem ‘mudar o país para melhor’.

O texto aprovado nesta quarta-feira, 10, pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado, por 17 votos a dois é idêntico ao que passou pelo Plenário do Senado junho dentro do pacote das “Dez Medidas Contra a Corrupção”, que estabeleceu também regras para punir penalmente juízes e procuradores acusados de abuso de autoridade.

“A CCJ do Senado aprovou o PL 1.865/2019 que melhor criminaliza o caixa dois em eleições. É uma das propostas do pacote anticrime e que foi replicada no Senado. Parabéns aos Senadores que demonstraram o desejo de mudar o país para melhor, com mais integridade na política”, afirmou o chefe da pasta.

“Maioria esmagadora na CCJ. Destaco, com a licença dos demais Senadores, a Senadora Simone Tebet, Presidente da CCJ, e o Senador Márcio Bittar, Relator do Projeto”, disse.

Tendências: