Moro autoriza dieta especial para Marcelo Odebrecht, hipoglicêmico

Moro autoriza dieta especial para Marcelo Odebrecht, hipoglicêmico

Juiz da Lava Jato recebeu petição da defesa de presidente da maior empreiteira do País para manter 'alimentação adequada ao seu quadro de saúde'

Redação

23 de junho de 2015 | 04h00

Marcelo Odebrecht na sexta-feira, quando foi preso. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Marcelo Odebrecht na sexta-feira, quando foi preso. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Fausto Macedo

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações criminais da Operação Lava Jato, autorizou dieta especial para Marcelo Bahia Odebrecht, presidente da maior empreiteira do País, preso na última sexta-feira, 19, por suspeita de integrar cartel para fraude a licitações da Petrobrás, corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de verbas públicas.

Moro atendeu pedido da defesa do empresário que alegou que Marcelo Odebrecht é portador de hipoglicemia, “razão pela qual há necessidade de consumo periódico de alimentos”.

Hipoglicemia é um distúrbio provocado pela baixa concentração de açúcar no sangue e que pode afetar portadores de diabetes ou não.

Os advogados do empresário ponderaram ao juiz da Lava Jato que a questão já foi informada à Polícia Federal e que eles fornecerão a Marcelo Odebrecht, na carceragem, ‘alimentação adequada ao seu quadro de saúde’.

“Observo que a enfermidade do custodiado é tratada com alimentação adequada e quiçá medicamentos, ambos acessíveis a ele, por meio de seus advogados, na carceragem da Polícia Federal”, destacou Sérgio Moro. “Tendo sido a autoridade já informada, e não havendo relato de empeços, nada a prover, no momento.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: