Ministério da Justiça monta sistema para acompanhamento de ocorrências em tempo real no Enem 2020

Ministério da Justiça monta sistema para acompanhamento de ocorrências em tempo real no Enem 2020

Encontro estratégico para debater ações de logística, transporte e segurança das provas foi realizado nesta terça-feira, 20, sob coordenação da pasta

Redação

20 de outubro de 2020 | 19h59

Candidatos conferem local de aplicação de prova no primeiro dia do Enem 2019. Foto: Felipe Rau / Estadão

Neste ano, os participantes e organizadores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm que se adaptar a uma série de mudanças impostas em razão da pandemia de covid-19. Desde a data até o formato da prova, o vestibular passa por uma reformulação que inclui a revisão do plano estratégico das ações de segurança.

Em encontro técnico nesta terça-feira, 20, o Ministério da Justiça reuniu representantes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Correios, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais para discutir as estratégias da Operação Enem – montada anualmente para garantir a realização, logística, transporte e segurança das provas.

Entre as mudanças para 2020, está a instituição de um sistema que permitirá aos Estados e ao Distrito Federal o acompanhamento, em tempo real, de possíveis ocorrências nos dias de realização das provas.

“Desde o policiamento dos locais do certame, o transporte e guarda das provas, a investigação de possíveis fraudes até o patrulhamento das vias de acesso aos locais de realização das provas. Toda a ação será acompanhada diretamente do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN)”, informou a pasta.

As provas do Enem 2020 serão aplicadas nos meses de janeiro e fevereiro de 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. A prova impressa está marcada para os dias 17 e 24 de janeiro e a versão digital ocorrerá em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Já nos dias 24 e 25 de fevereiro serão realizadas para pessoas privadas de liberdade. A prova será aplicada em 1.729 municípios – dois a mais que no ano passado.

O Inep confirmou 5.783.357 inscritos para o Enem 2020 após o encerramento das etapas de inscrição e de pagamento da taxa pelos participantes não isentos. São 5.687.271 inscrições para o impresso e 96.086 para o digital, novidade desta edição. O total de inscritos confirmados representa um aumento de 13,5% em relação ao ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:

Enem [Exame Nacional do Ensino Médio]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.