Maria Lúcia, Marcelo e Hilberto, da Odebrecht, depõem a Moro

Delatores da empreiteira foram interrogados nesta segunda-feira, 6, no âmbito de ação penal em que respondem pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa

Redação

06 Agosto 2018 | 18h49

A secretária do departamento de propinas da Odebrecht, Maria Lúcia Tavares, um dos chefes do setor, Hilberto Mascarenhas, e o ex-presidente da empreiteira Marcelo foram interrogados pelo juiz federal Sérgio Moro nesta segunda-feira, 6, em ação penal em que respondem pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A ação penal se refere ao funcionamento do Setor de Operações Estruturadas na Odebrecht, destinado especificamente à operacionalização e coordenação dos pagamentos sistemáticos de propina, tanto no Brasil como no exterior.

Segundo os procuradores, os pagamentos do ‘departamento de propinas’ foram feitos para ocultar a origem dos valores, bem como seus destinatários, dissimulando sua natureza ilícita.

Mais conteúdo sobre:

Odebrecht