‘Marginais’

‘Marginais’

Leia a íntegra da carta aos deputados na qual Temer, em quatro páginas, ataca delatores da JBS, diz que 'não pode silenciar, não deve silenciar' e que 'desde maio é vítima de torpezas e vilezas'

Tânia Monteiro

16 de outubro de 2017 | 20h49

Na carta de quatro páginas que enviou a todos os deputados, o presidente Michel Temer disse de sua ‘indignação’ e que ‘não pode silenciar, não deve silenciar’ diante do que classificou de ‘conspiração’. Atacou seus delatores, os executivos da JBS, a quem classificou de ‘marginais’.

“A armação está sendo desmontada”, ele escreveu.

LEIA A ÍNTEGRA DA CARTA DE TEMER

Tudo o que sabemos sobre:

Michel Temer

Tendências: