Marcos Lula acusado de difamar prefeito de São Bernardo

Marcos Lula acusado de difamar prefeito de São Bernardo

Filho do ex-presidente disse em rede social, em 2015, que Orlando Morando (PSDB) apoiava ação violenta da PM contra estudantes

Érika Motoda, especial para o Blog

03 Novembro 2017 | 05h00

Marcos Lu.a Foto: Alex Silva/AE

O ex-vereador e filho do ex-presidente Lula, Marcos Lula, é acusado de difamação contra o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB). Marcos postou em sua conta no Facebook, em 2015, uma imagem na qual dizia que o tucano defendia a repressão da Polícia Militar contra estudantes que ocupavam as escolas contra a reforma do ensino médio, proposta pelo governador Geraldo Alckmin.

OUTRAS DO BLOG: + Promotoria mira organização criminosa na Gestão Ambiental do governo Morando, em São Bernardo

Polícia faz busca na casa do filho de Lula e não encontra drogas

Polícia afasta delegado que fez buscas na casa do filho de Lula

A denúncia tinha sido rejeitada em 2016, porque a juíza Marta de Oliveira Sá considerou que faltava ‘pressuposto processual’. Morando, na queixa-crime, mencionou que Marcos violou o artigo 139 do Código Penal, que prevê o crime de difamação. O tucano entrou com um recurso e conseguiu suspender a rejeição.

COM A PALAVRA, MARCOS LULA

O filho do ex-presidente Lula foi contatado por telefone, mas não quis se pronunciar sobre o caso. A reportagem entrou em contato com a defesa de Marcos, liderada pelo advogado Cristiano Zanin Martins. “A queixa-crime tem por base exclusivamente a manifestação legítima do então vereador Marcos Claudio Lula da Silva criticando conduta do autor.”

“A defesa apresentará manifestação em audiência para que a denúncia seja rejeitada pelo fato de Marcos não haver praticado qualquer crime contra a honra do autor da ação”, afirmou Cristiano Zanin Martins.

O advogado dos Lula disse que não recebeu nenhuma notificação até o momento.

Mais conteúdo sobre:

Lula