Marco Aurélio é eleito ministro substituto do TSE

Marco Aurélio é eleito ministro substituto do TSE

Ministro permanecerá em vaga na Corte por dois anos

Rafael Moraes Moura e Teo Cury/BRASÍLIA

06 Junho 2018 | 16h13

Ministro Marco Aurélio é relator de ações sobre prisão em 2ª instância no Supremo. FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADÃO

BRASÍLIA – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito na tarde desta quarta-feira (6) para a vaga de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por um período de dois anos.

O TSE é composto por três ministros titulares do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros dois integrantes representantes da classe dos juristas. A mesma proporção e o mesmo número de cadeiras se aplica entre os ministros substitutos, que atuam quando há impedimento ou ausência dos colegas efetivos.

Na sessão do STF desta tarde, o ministro Edson Fachin – que também ocupa atualmente vaga de substituto no TSE – foi reconduzido para mais dois anos na Corte Eleitoral.

Fachin deve se tornar ministro titular do TSE em meados de agosto, com a saída do atual presidente da Corte Eleitoral, ministro Luiz Fux.