França critica aumento do diesel e manda multar todos os caminhões em bloqueios

França critica aumento do diesel e manda multar todos os caminhões em bloqueios

Autuação para quem obstrui rodovias pode chegar a R$ 17 mil

Da Redação

25 Maio 2018 | 18h38

Geraldo Alckmin e Márcio França. FOTO TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

O governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB), determinou ao secretário de Segurança Pública, Mágino Alves, que mande a Polícia Rodoviária aplicar multas em todos os veículos que estiverem estacionados em fila dupla ou participando de bloqueios nas estradas.

+ Alexandre autoriza força e multa contra greve dos caminhoneiros

França criticou o aumento no preço dos combustíveis.

+ Associação pede que caminhoneiros liberem as estradas

“A greve foi causada por um aumento abrupto no preço do diesel, sem considerar as consequências sociais”, afirmou.

+ Raquel cria comitê para apurar crimes federais na greve dos caminhoneiros

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do governo estadual afirmou que França recebeu telefonema do presidente da República, Michel Temer, informando-o sobre as negociações.

+ ‘Querem que a gente trabalhe na marra? Não é escravidão’, diz caminhoneiro após decreto de Temer

“Também enviamos nosso secretário da Fazenda para Brasília para discutir medidas de compensação para reduzir os custos dos caminhoneiros. Ou seja, estamos fazendo de tudo para resolver a situação”.

O governador afirma que a Polícia Militar tem atuado para desobstruir as vias e estradas em todo o Estado.

Segundo o governo estadual, quem organiza bloqueios pode ser multado em até R$ 17.608,20. Para os que interrompem a circulação nas vias a multa é de R$ 5.869,40. Em todos os casos as multas são gravíssimas e implicam remoção do veículo e processo de suspensão da habilitação por 12 meses.