Mantega diz que acusações de Marcelo Odebrecht sobre caixa 2 são ‘peça de ficção’

Mantega diz que acusações de Marcelo Odebrecht sobre caixa 2 são ‘peça de ficção’

Em depoimento na ação contra a chapa Dilma-Temer, ex-ministro afirma que declarações do empreiteiro 'são mentirosas', segundo relato do advogado Flávio Caetano

Ricardo Galhardo

06 de abril de 2017 | 20h12

Guido Mantega chega para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Guido Mantega chega ao TRE-SP para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Em depoimento nesta quinta-feira, 6, no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega chamou de “peça de ficção” as declarações do empreiteiro Marcelo Odebrecht sobre pagamentos via caixa 2 à campanha da presidente cassada Dilma Rousseff, segundo o advogado da petista, Flávio Caetano.

“O ministro Guido Mantega fez um depoimento bastante enfático afirmando que todas as declarações do senhor Marcelo Odebrecht são mentirosas. Guido Mantega disse que o depoimento de Odebrecht é uma peça de ficção”, afirmou Caetano, que defende Dilma na ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que apura possível abuso de poder econômico e político pela chapa Dilma-Temer em 2014.

Mantega é uma das quatro novas testemunhas intimadas pelo ministro Herman Benjamin, relator da ação no TSE. Nesta quinta, o ex-ministro foi ouvido pelo relator por videoconferência.

A audiência do ex-titular da Fazenda faz parte da nova etapa da ação contra a chapa reeleita em 2014. Na terça-feira, 4, o plenário do TSE suspendeu o julgamento do caso para ouvir novas testemunhas, entre elas Mantega. Os advogados da petista pediram o depoimento do ex-ministro com base nas revelações de Marcelo Odebrecht. Em março, o empreiteiro disse ao TSE que Dilma sabia dos repasses via caixa 2, afirmou ter pago R$ 50 milhões à campanha da petista em troca da aprovação de uma medida provisória e apontou Mantega como “interlocutor” dos pagamentos.

Segundo advogados que acompanharam o depoimento do ex-ministro nesta quinta, Mantega negou “ponto a ponto” as acusações do empreiteiro.

Mantega chegou no início da noite ao prédio-sede do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), acompanhado de seu advogado, o criminalista Guilherme Batochio.

Guido Mantega chega para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Guido Mantega chega para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Guido Mantega chega para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Guido Mantega chega para depor. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Tudo o que sabemos sobre:

TSEDilma RousseffMichel Temer

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: