Lula diz a Rui Falcão que vai ‘convocar deputados’ para surpreender a PF

Lula diz a Rui Falcão que vai ‘convocar deputados’ para surpreender a PF

Ex-presidente caiu no grampo, no dia 27 de fevereiro, conversando com o presidente nacional do PT; o diálogo revela que Lula já sabia que sera alvo de uma ofensiva da PF

Julia Affonso, Ricardo Brandt, Fabio Fabrini e Fausto Macedo

16 de março de 2016 | 19h58

Rui Falcão. Foto: Gabriela Bilo/Estadão

Rui Falcão. Foto: Gabriela Bilo/Estadão

Em grampo do dia 27 de fevereiro, o ex-presidente Lula comenta com o presidente do PT, Rui Falcão, que vai ‘convocar alguns deputados’ para surpreender a Polícia Federal. O diálogo mostra que Lula já sabia que seria alvo de uma ação da PF, o que de fato ocorreu menos de uma semana depois. No dia 4 de março, Lula foi alvo de uma condução coercitiva na Operação Aletheia.

Enquanto Lula prestava depoimento à PF, vários deputados de seu partido foram ao Aeroporto de Congonhas, para onde os investigadores o levaram naquele dia 4. Houve tumulto generalizado entre manifestantes pró e contra PT.

[veja_tambem]

Durante o depoimento, parlamentares tentaram entrar na sala onde Lula falava à PF.

O diálogo revela que Lula já sabia que sera alvo de uma ofensiva da PF.

RUI FALCÃO: Ah tá. É. Amanhã eu tô em São Paulo. Pra qualquer coisa você quiser conversar já tô lá.

LILS: É eu tô esperando segunda-feira. Eu tô esperando segunda-feira a Operação de busca e apreensão
na minha casa, do meu filho MARCOS, do meu filho FABIO, do meu filho SANDRO, do meu filho CLAUDIO.

RUI FALCÃO: É, eu vi esse noticiário aqui.

LILS: Na casa do PAULO OKAMOTO. Eu vou pensar amanhã se eu convoco alguns deputados…

RUI FALCÃO: Sei.

LILS: Pra surpreendê-los

lula-rui-falcao

lula-rui-falcao2

lula-rui-falcao3

 

Tudo o que sabemos sobre:

Lulaoperação Lava JatoRui Falcão

Tendências: