Liminares autorizam advogados inadimplentes a votarem nas eleições da OAB Goiás e Rio de Janeiro

Liminares autorizam advogados inadimplentes a votarem nas eleições da OAB Goiás e Rio de Janeiro

Eleições ocorrem em novembro em todas as seccionais do País

Rayssa Motta e Fausto Macedo

22 de outubro de 2021 | 06h00

Sede da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiânia. Foto: OAB-GO / Divulgação

Decisões liminares da Justiça Federal em Goiás e no Rio de Janeiro publicadas nesta quinta-feira, 21, garantiram direito de participação nas eleições internas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) a advogados inadimplentes. O edital de convocação do Conselho Federal da OAB determina que os associados devem estar com a contribuição em dia para votar. O pleito está marcado para novembro em todas as seccionais do País.

Documento

Em Goiás, o processo foi movido pelo advogado Paulo Guerra de Medeiros, da chapa de oposição Muda OAB-GO. “O objetivo garantir o direito democrático ao voto, já que, devido à pandemia, muitos advogados não conseguiram se manter regularizados com a instituição, o que, desse modo, excluiria muitos membros do processo democrático”, afirma.

No Rio de Janeiro, um grupo de advogados entrou com o mandado de segurança alegando que a norma extrapola os limites do estatuto da OAB. “A tese dos impetrantes é plausível e, diante da proximidade das eleições, a concessão de urgência é justificável”, escreveu o juiz Sérgio Dias, da 5.ª Vara Federal do Rio, ao atender o pedido.

Tudo o que sabemos sobre:

OAB [Ordem dos Advogados do Brasil]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.