Lidiane, a prefeita foragida, é notícia no exterior

Lidiane, a prefeita foragida, é notícia no exterior

BBC News, The Telegraph, The Week e outros veículos falam da gestora de Bom Jardim, no Maranhão, procurada pela PF desde o dia 20

Redação

31 de agosto de 2015 | 19h13

Por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo

Lidiane Rocha (PP), prefeita de Bom Jardim, no interior do Maranhão, foragida da Operação Éden, da Polícia Federal, por supostos desvios de recursos da educação, agora é manchete em alguns dos principais veículos de imprensa ingleses e de outros países.

+PF procura Lidiane, a prefeita das festas e plásticas

+ Prefeita foragida cortou salários de professores

+ Promotoria pede bloqueio de bens de Lidiane

“Prefeita brasileira que comanda cidade viaWhatsApp é procurada por corrupção”, diz a BBC News em sua página na internet.

prefeitabbc

“Lidiane Leite, 25, foi eleita depois que seu namorado foi impedido e, em seguida, fez-lhe o seu principal conselheiro”, registra o The Week.

“Polícia brasileira à procura de prefeita de 25 anos acusada de corrupção”, informa Telegraph. Já a CNN questiona em um post: “Onde está a prefeita brasileira viciada em Whatsapp”

prefeitatelegraph

Os veículos destacam a ostentação de Lidiane Rocha. Vaidosa, Lidiane Leite, seu nome de batismo, exibe nas redes sociais imagens de uma vida de alto padrão para uma cidade de 40 mil habitantes à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil.

prefeitaindependent

Carros de luxo, festas e preocupação com a beleza, o que inclui até cirurgia plástica, marcam o dia a dia da moça que candidatou-se pela coligação ‘A esperança do povo’.

+ Vice assume a cadeira de Lidiane

prefeitacnn

Desde o dia 20 ela está desaparecida- a Justiça Federal decretou sua prisão preventiva por supostos desvios de recursos da merenda escolar da rede pública de ensino de Bom Jardim.

Na sexta, 28, amparada em um mandado de segurança, Malrinete Gralhada (PMDB), vice-prefeita, tomou posse no cargo de prefeita.

Tudo o que sabemos sobre:

Bom JardimLidiane RochaPolícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: