Leia o relatório da PF que atribui corrupção a Temer e a Joesley

Leia o relatório da PF que atribui corrupção a Temer e a Joesley

Documento de 75 páginas, subscrito pelo delegado Thiago Delabary diz que presidente teria recebido 'vantagem indevida remotamente' do empresário da JBS

Fabio Serapião, Isadora Peron e Breno Pires

20 de junho de 2017 | 18h53

Documento de 75 páginas, subscrito pelo delegado  federal Thiago Delabary diz que o presidente Michel Temer (PMDB) teria recebido ‘vantagem indevida remotamente’ do empresário Joesley Batista, da JBS. A Polícia Federal atribui a Temer e a seu ex-assessor especial Rodrigo Rocha Loures (ex-deputado/PMDB-PR), o homem da mala, crime de corrupção passiva. A Joesley e a Ricardo Saud, diretor de Relações Institucionais da J&F, a PF atribui crime de corrupção ativa.

Documento

Documento

Documento

Documento

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava JatoMichel Temer

Tendências: