Leia o pedido de prorrogação da força-tarefa da Lava Jato a Aras

Leia o pedido de prorrogação da força-tarefa da Lava Jato a Aras

Em 18 páginas repletas de gráficos e números, a Lava Jato destaca os trabalho realizados desde 2014 e apontam para 'ininterrupto crescimento' das ações da força-tarefa

Redação

27 de agosto de 2020 | 05h00

A força-tarefa da Lava Jato no Paraná apresentou ao procurador-geral da República Augusto Aras pedido de prorrogação dos trabalhos por mais um ano. O prazo para a renovação do grupo liderado por Deltan Dallagnol vence no dia 10 de setembro e a decisão será tomada em um contexto de brigas internas entre os procuradores e a cúpula da PGR, que defende uma ‘correção de rumos’ na operação.

Leia abaixo a íntegra do pedido de prorrogação da força-tarefa a Aras:

Em 18 páginas repletas de gráficos e números, a Lava Jato destaca os trabalho realizados desde 2014 e apontam para ‘ininterrupto crescimento’ das ações da força-tarefa. Segundo os procuradores, o volume de trabalho continuou crescendo em relação aos anos anteriores.

Na próxima terça, 13, o Conselho Nacional do MP pode pôr em pauta eventual afastamento de Deltan da Lava Jato. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

“Enquanto o volume de trabalho teve incremento de impressionantes 1647% desde o ano de 2014, a força de trabalho aumentou 79% no mesmo período, em evoluções absolutamente desproporcionais”, afirmam os procuradores. “A média mensal de trabalho em 2020 aumentou 35% em relação a 2019, enquanto o número de procuradores se reduziu em 13%. A isso se somou a recente decisão do Exmo. Vice-Procurador-Geral da República de retirar a exclusividade do trabalho de um dos procuradores no caso. Essas mudanças, assim como dificuldades relacionadas à pandemia e ao passivo, impactam trabalhos relevantes em andamento”, afirma o grupo.

A Lava Jato também aponta que o grupo está conduzindo cerca de 400 investigações, número com base em materiais como depoimentos, delações, apreensões, colaborações internacionais e relatórios financeiros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: