Leia a íntegra do depoimento do Oswaldo Eustáquio à PF no inquérito dos atos antidemocráticos

Leia a íntegra do depoimento do Oswaldo Eustáquio à PF no inquérito dos atos antidemocráticos

Blogueiro detido desde sexta, 26, afirmou aos investigadores que foi assessor de comunicação do governo Jair Bolsonaro durante a transição e negou participação em protestos pela volta da ditadura

Redação

02 de julho de 2020 | 22h06

Em depoimento à Polícia Federal prestado nesta quinta-feira, 2, o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, disse que “fez parte do governo executivo federal de transição do atual presidente da República até 31 de janeiro de 2019”.

Em suas declarações, Eustáquio afirmou que “atuou na assessoria de comunicação do governo executivo federal de transição”. O blogueiro não detalhou quem o teria convidado para trabalhar na gestão do governo Bolsonaro, nem quando iniciou seu trabalho com a equipe de transição.

Questionado pela PF sobre o assunto, Eustáquio disse que “o convite para atuar no governo de transição foi feito por uma coalizão de pessoas que conheciam o currículo” na área jornalismo, na qual atuou.

LEIA A ÍNTEGRA ABAIXO:



Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.