Leia a decisão que põe Geddel no banco dos réus por improbidade

Leia a decisão que põe Geddel no banco dos réus por improbidade

Ex-ministro é alvo de ação de improbidade de pressionar o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para a liberação de um imóvel em Salvador

Teo Cury

09 Julho 2018 | 18h51

Reprodução da decisão

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) está no banco dos réus por improbidade administrativa em ação movida com base em supostos fatos que levaram à sua saída do governo Michel Temer (MDB), em novembro de 2016. Ele é acusado de pressionar o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero pela liberação de um imóvel que estava embargado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, órgão ligado à pasta. A decisão é da juíza Diana Wanderlei, da 5ª Vara Cível do Distrito Federal.

Documento

 

Mais conteúdo sobre:

Geddel Vieira Lima