Leia a decisão que abre a Lava Jato 67

Leia a decisão que abre a Lava Jato 67

Luiz Antonio Bonat, juiz da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, negou pedido da força-tarefa pela prisão temporária de investigados, mas autorizou buscas em 23 endereços na Operação Tango & Cash, que mira propinas supostamente pagas a ex-diretores da Petrobrás por executivos da Techint Engenharia e Construção, multi ítalo-argentina

Pedro Prata, Pepita Ortega e Fausto Macedo

23 de outubro de 2019 | 11h32

O juiz da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba Luiz Antonio Bonat autorizou a deflagração da fase 67 da Operação Lava Jato, que investiga propinas milionárias de executivos da Techint Engenharia e Construção, multi ítalo-argentina, a ex-diretores da Petrobrás no período entre 2004 e 2014.

Documento

Bonat negou pedido da força-tarefa pela prisão temporária de investigados, mas autorizou buscas em 23 endereços na Operação Tango & Cash – a Lava Jato 67.

Este inquérito aponta repasse de US$ 12 milhões apenas para o ex-diretor de Serviços da petrolífera, Renato Duque, indicado pelo PT para o cargo no início do primeiro governo Lula.

Bonat negou pedido da força-tarefa pela prisão temporária de investigados, mas autorizou buscas em 23 endereços na Operação Tango & Cash – a Lava Jato 67. Foto: Justiça Federal/Reprodução

Tudo o que sabemos sobre:

Luiz Antonio Bonat

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: