Lava Jato recupera mais R$ 67 mi no exterior

Lava Jato recupera mais R$ 67 mi no exterior

Valores repatriados haviam sido desviados em contrato firmado pela Odebrecht com a Petrobrás, informou o Ministério Público Federal no Paraná

Julia Affonso, Luiz Vassallo e Fausto Macedo

18 de julho de 2019 | 17h16

Foto: Wilton Júnior/Estadão

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal em Curitiba recuperou mais R$ 67.051.695,52 para os cofres públicos. Segundo a Procuradoria, os valores, desviados em decorrência de crimes praticados para a celebração de contrato entre a Petrobrás e a Odebrecht, haviam sido direcionados a três condenados em uma ação penal da Lava Jato – Aluísio Teles Ferreira Filho, Ulisses Sobral Calile e Mário Ildeu de Miranda em contas no exterior.

Os três, condenados na ação penal nº 5023942-46.2018.4.04.7000/PR, ‘confessaram os crimes e renunciaram aos valores depositados em contas-correntes mantidas em bancos suíços’, informou a força-tarefa da Lava Jato.

Os valores foram transferidos para contas judiciais vinculadas ao processo e integram os mais de R$ 13 bilhões que são alvo de recuperação pela Lava Jato ao longo de cinco anos de operação, destaca a Procuradoria.

Somente no primeiro semestre de 2019, o Ministério Público Federal recuperou efetivamente mais de R$ 1,5 bilhão e apresentou 14 denúncias – número superior a 2018 e o mesmo verificado em 2017.

Tendências: