Kassab depõe a Moro como testemunha de Lula

Kassab depõe a Moro como testemunha de Lula

Ex-presidente é réu por por supostas propinas pagas pela Odebrecht

Redação

22 de junho de 2017 | 17h19

Gilberto Kassab (à esq.) e Sérgio Moro. Foto: Reprodução

O ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações/ PSD-SP) prestou depoimento nesta quinta-feira, 22, como testemunha de defesa do ex-presidente Lula em ação penal na Operação Lava Jato. O petista é réu por por supostas propinas pagas pela Odebrecht.

A denúncia da força-tarefa da Lava Jato aponta que o montante de valores ilícitos teriam alcançado R$ 75 milhões em oito contratos com a Petrobrás e incluíram terreno de R$ 12,5 milhões supostamente destinado a abrigar a sede do Instituto Lula, o que não ocorreu, e cobertura vizinha à residência de Lula em São Bernardo do Campos de R$ 504 mil.

+ Renan diz a Moro que conselheiro de Contas do Rio o apresentou a lobista do PMDB

+ Homem da mala pegou carona com Kassab, em jatinho da FAB, para buscar R$ 500 mil da JBS

O depoimento durou cerca de 5 minutos. A defesa de Lula quis saber de Kassab detalhes sobre uma concessão de imóvel destinado a instalação do Memorial da Democracia.

O ministro declarou que foi procurado pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. “Pedi a ele que formalizasse, que deveria seguir as instâncias normais dentro da Prefeitura”, disse Kassab, que foi prefeito de São Paulo entre 2006 e 2012.