Justiça mantém na cadeia ex-assessor de Temer e ex-governadores do DF

Justiça mantém na cadeia ex-assessor de Temer e ex-governadores do DF

Vallisney Soares, da 10ª Vara Federal de Brasília, prorroga por mais cinco dias prisão temporária de Tadeu Fillipelli, José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PC do B)

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

26 de maio de 2017 | 22h04

Agnelo Queiroz e seu então vice-governador do DF, Tadeu Filippelli, em 2012. Foto: Beto Barata/AE

A Justiça Federal manteve na cadeia o ex-assessor do presidente Michel Temer, Tadeu Fillipelli, e também os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PC do B), todos capturados na terça-feira, 23, na Operação Panathenaico – inquérito sobre desvios de quase R$ 1 bilhão nas obras do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para a Copa 2014.

Documento

A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 26, pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal de Brasília. O magistrado acolheu manifestação da Procuradoria da República e da Polícia Federal e prorrogou por mais cinco dias o decreto de prisão contra Fillipelli, que foi preso quando ainda exercia o cargo de assessor especial de Temer e ocupava sala no terceiro andar do Palácio do Planalto.

A ordem de Vallisney é extensiva a José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz.

Também foi mantida a ordem de prisão contra outros sete investigados.

Tendências: