Justiça manda vereador de Angra se retratar por atribuir ‘bolsa ditadura’ a Chico, Caetano e Gil

Justiça manda vereador de Angra se retratar por atribuir ‘bolsa ditadura’ a Chico, Caetano e Gil

Thimoteo Cavalcanti (PR) foi acusado de disseminar ofensas e notícias falsas contra os três cantores

Pepita Ortega

25 de março de 2019 | 11h28

O vereador de Angra dos Reis Thimoteo Cavalcanti (PR), acusado de disseminar ofensas e notícias falsas contra Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil, terá de publicar um vídeo de retratação nas redes sociais. No plenário, o vereador chamou os três artistas de ‘pilantras, subversivos e que recebiam bolsa ditadura’.

Chico, Caetano e Gil moveram uma ação por danos morais contra o vereador e Francine Pontes Foto: Daniela Souza/ Estadão e Andre Dusek/AE

A decisão é da juíza Virginia Lúcia Lima da Silva, da 30.ª Vara Cível do Rio, que homologou na quarta-feira, 20, o acordo estabelecido na ação por danos morais movida pelos três artistas.

A segunda ré do processo, Francine Santos Lacerda Pontes, terá de publicar o mesmo conteúdo no canal do Youtube ‘Verdade Política’. Ambos os réus assumiram a obrigação em audiência.

O vereador Thimoteo Cavalcanti. Foto: Reprodução / Câmara Municipal de Angra dos Reis

Para gravar o vídeo, o vereador deverá seguir um texto apresentado pelos artistas. O conteúdo será compartilhado no Instagram, Twitter, Youtube e no grupo da Câmara de Vereadores de Angra dos Reis no WhatsApp.

O vereador também deverá enviar o material ao advogado de Chico, Caetano e Gil.

No youtube, o conteúdo que Francine terá de publicar deve apresentar um título que será enviado pelos autores da ação, além de conter legenda e a íntegra do texto falado.

COM A PALAVRA, O VEREADOR THIMOTEO CAVALCANTI

A reportagem busca contato com o vereador Thimoteo Cavalcanti. O espaço está livre para manifestações.

Tudo o que sabemos sobre:

Chico BuarqueCaetano VelosoGIlberto Gil

Tendências: