Justiça barra obra do metrô em cemitério no Morumbi

Justiça barra obra do metrô em cemitério no Morumbi

Em decisão liminar, TJ acolhe pedido da Comunidade Religiosa João XXIII, que detém terreno; associação quer alterar traçado do monotrilho

Redação

30 de janeiro de 2015 | 12h25

Por Fausto Macedo, Julia Affonso e Caio do Valle

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar, na quinta-feira, 29, à Comunidade Religiosa João XXIII em que barra obras do metrô da Linha 17-Ouro no Cemitério do Morumbi, região nobre da capital paulista. A associação foi à Justiça contra desapropriação de jazigos e quer alterar o polêmico traçado do monotrilho que passa dentro do terreno.

“Examinados os argumentos e documentos acostados aos autos, identifica-se a possibilidade de ocorrência de lesão grave e de difícil reparação”, afirmou o relator do processo, desembargador Moacir Peres.

Cemitério do Morumbi. Foto: José Patrício/Estadão

Cemitério do Morumbi. Foto: José Patrício/Estadão

A comunidade detém o cemitério e quer também anular a desapropriação de uma área onde 15 jazigos estão ocupados. O projeto do metrô prevê, para a linha, 18 estações e o atendimento de 400 mil passageiros.

“(A obra) infringe um monte de direitos, a dignidade das pessoas que estão enterradas, dos familiares, o direito ao silêncio”, explicou o advogado da associação, Rui Fragoso.

O objetivo do Metrô, que em novembro do ano passado iniciou o processo desapropriatório, é obter 7,2 mil metros quadrados do local, inaugurado em 1971. De acordo com o projeto, uma faixa de 30 metros de largura do cemitério é “área necessária” para as obras.

Haverá intervenções em três quadras de jazigos. Pelo projeto do Metrô, uma parte da Quadra 1 de sepulcros passará por desapropriação. No cemitério, estão enterradas personalidades como Elis Regina e Ayrton Senna.

“Tem gente sepultada lá desde 1975”, diz o gerente administrativo do cemitério, Francisco Cláudio Raváglia de Mattos.

monotrilho-metro

 

______________________________________________

VEJA TAMBÉM:

+ Cemitério tenta barrar obra do Metrô

Consórcio reduz ritmo de obras da Linha 4 do Metrô

______________________________________________

Tudo o que sabemos sobre:

MetrôSão Paulo

Tendências: